ESTUDANTES NA BOLÍVIA – Brasileiros pedem ajuda a Marcos Rogério para sair da Bolívia

 ESTUDANTES NA BOLÍVIA  –  Brasileiros pedem ajuda a Marcos Rogério para sair da Bolívia

Logo depois das eleições presidenciais na Bolívia, que reelegeu Evo Morales, o país foi tomado por uma onda de protestos. As manifestações evoluíram para conflitos que resultaram em greve geral, desabastecimento de supermercados e farmácias e restrição da circulação nas ruas. Desde então, vários brasileiros que estudam e residem na Bolívia têm tentado deixar o país, porém sem sucesso.

Ciente da situação e preocupado com os estudantes brasileiros, que estão no país vizinho, o senador Marcos Rogério (DEM-RO) enviou nesta quinta-feira, 31 de outubro, um ofício ao ministro das Relações Exteriores, Ernesto Henrique Fraga Araújo, solicitando providências do governo federal para amparar esses brasileiros. “Tenho recebido muitas mensagens de pais e dos próprios estudantes pedindo ajuda para saírem da Bolívia. Eles afirmam que com o agravamento da crise político-social, têm sido alvo de ataques xenofóbicos e sofrido ameaças por se recusarem a participar das manifestações e protestos. Eles estão presos em casa, com limitação do direito de ir e vir. Precisamos ajuda-los a voltarem para casa”, destacou Marcos Rogério.

Além das mensagens que o senador Marcos Rogério tem recebido com pedidos de ajuda, também foram enviados ao gabinete do parlamentar uma lista com mais de 5 mil assinaturas de estudantes brasileiros que estão na Bolívia, endossando o pedido de ajuda. No documento, os estudantes também anexaram áudios que teriam recebido com ameaças de morte e de detonação de bombas.

“Nossos jovens saíram do Brasil para estudar, na esperança de construir um futuro melhor. Mas hoje se veem em meio a conflitos sociais no país vizinho, alguns deles com restrição de saírem de casa, e inclusive ameaças de morte. Dos vídeos que recebi, muitos mostram o caos nas ruas. Vamos trabalhar para trazer nossos filhos de volta”, concluiu o senador.