Jaru: Justiça nega pedido de liberdade a homem que matou outro a facadas por ele apenas esbarrar em seu filho

 Jaru: Justiça nega pedido de liberdade a homem que matou outro a facadas por ele apenas esbarrar em seu filho

O Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO), negou mais um pedido de liberdade ao acusado de assassinar Erivaldo de Souza Reis a facadas em julho de 2022, em via pública no Jardim dos Estados.

De acordo com a denúncia do Ministério Público do Estado de Rondônia, no dia 12 de junho de 2022, por volta das 16h30min, na Rua Padre Feijó, Jardim dos Estados, o acusado matou Erivaldo de Souza Reis mediante golpes de faca. O crime ocorreu após o acusado presenciar Erivaldo esbarrar em seu filho durante uma brincadeira, o que resultou na queda da criança. Em seguida, o acusado confrontou e agrediu Erivaldo antes de desferir os golpes fatais. Mesmo ferido, Erivaldo tentou fugir, mas foi perseguido e atacado pelas costas.

Após o homicídio, o acusado fugiu do local. A denúncia aponta que o crime foi motivado por razões fúteis, já que ocorreu devido ao incidente envolvendo o filho do acusado e pela forma como o ataque foi executado, dificultando a defesa da vítima desarmada.

O acusado foi interrogado pela autoridade policial em 14 de junho de 2022. Durante as investigações, a Polícia Civil solicitou sua prisão preventiva, que foi concedida e cumprida em 21 de julho de 2022.

A Defensoria Pública fez várias tentativas para revogar a prisão preventiva tanto na justiça local, quanto no TJ-RO. No entanto, em decisão publicada nesta terça-feira (19), o tribunal optou por manter a prisão do acusado.


Enjoy this blog? Please spread the word :)

Telegram